Projeto NESTO

quinta-feira, junho 09, 2005

Cibernética Pedagógica inicia projeto propedêutico

O Grupo de Cibernética Pedagógic da USP e o Grupo Monda, em parceria com a Escola Nossa Senhora das Graças do Jabaquara, São Paulo iniciou, em Maio de 2005, um projeto inédito no Brasil de avaliação do efeito propedêutico do Esperanto em alunos do curso fundamental.


Primeira turma formada em Maio de 2005

O projeto envolve voluntários de 9 a 12 anos e que estão cursando da 3a a 6a série do ensino fundamental e que terão o Esperanto como matéria curricular. O projeto é plurianual e avaliará a evolução das crianças que aprendem Esperanto em relação ao aprendizado de outras matérias. O resultado desse grupo especial será comparado aos demais estudantes das mesmas séries, nessa mesma escola. Pretende-se, assim, se avaliar, em uma amostra da população local brasileira, o efeito propedêutico do Esperanto (efeito pedagógico que influencia em melhor aprendizado de outras matérias) e relatá-lo nas publicações científicas de Pedagogia. Acredita-se que o conhecimento do Esperanto é um grande auxiliar no conhecimento de gramática, de outros idiomas, em geografia e história e nas matérias que envolvem matemática. Esse efeito já tem sido estudado desde o início do século passado, sendo que os estudos mais sérios sobre ele foram na década de 70-80, quando a Universidade de Padenborg na Alemanha conseguiu mostrar que os resultados positivos são da ordem de um acréscimo de 20% na capacidade dos alunos para outros aprendizados curriculares. O Ministério de Educação da Italia já aconselhou esse método pedagógico para utilização no contexto de escolas italianas, visando-se o melhor aprendizado de jovens. Interessante se frisar que não só os alunos se propuseram a ser voluntários nesse projeto, mas também muitos pais desses alunos se interessaram em aprender o Esperanto. Leia mais sobre esse projeto no site: http://www.monda.org/dok/pr-ensg.htm


 
Primary Pulmonary Hypertension
Primary Pulmonary Hypertension